Plugin Recuperação Bare Metal Plugin Linux Bacula Enterprise – Guia Rápido

Este Guia Rápido apresenta técnicas e estratégias para restaurar completamente máquinas físicas, virtuais ou até mesmo na nuvem usando o Plugin de Restauração Bare Metal Bacula para Linux.

Bare Metal Recovery (BMR), é o termo usado para descrever a restauração de um sistema operacional completo para um novo hardware sem realmente passar pelo procedimento de instalação do sistema operacional. Os dados de restauração vêm diretamente do servidor Bacula para um sistema operacional inicializável exclusivo.

O objetivo principal é ir de uma máquina nova e vazia (bare metal) para um sistema operacional totalmente funcional, incluindo todos os aplicativos e dados o mais rápido possível (menor RTO).

Como qualquer procedimento de backup, é altamente recomendável testar os procedimentos para diferentes distribuições Linux, hardware ou ambientes de restauração.

Planejamento do BMR

O desafio real da BMR é configurar o subsistema de disco da nova máquina de uma maneira que se assemelhe ao layout do disco original de onde foi feito o backup dos dados e garantir que o sistema operacional recuperado possa ser inicializado.

Se o novo hardware for de um tipo diferente do que o backup do software instalado originalmente, com arquitetura ou drivers tão diferentes, a BMR pode não ser possível. É necessário garantir que o hardware de BMR que está sendo restaurado seja compatível com o sistema de origem.

É importante entender que o software escrito para CPUs x86 de 32 bits pode ser executado em CPUs x86 de 64 bits, mas não vice-versa, e que o software escrito para rodar em uma família de CPU, como Sparc ou x86, não será executado em qualquer outra família de CPU.

Instalação

Uma instalação regular do Enterprise Bacula Client é necessária para a BMR, como em qualquer backup regular do Bacula (pacotes bacula-enterprise-client e bacula-enterprise-libs.rpm).

Desde o Bacula Enterprise 8.8.0, todos os mecanismos de BMR do Linux necessários são instalados por padrão. Para versões mais antigas, instale também o pacote bacula-enterprise-client-bmr*.rpm.

Configuração

FileSet

A máquina protegida pela BMR do Linux deve ter um backup de todas as partições críticas do sistema operacional para obter uma restauração bem-sucedida.

Conforme exibido na Figura 1, crie um FileSet manual que inclua as principais partições do Linux usando bweb (por exemplo). Pastas temporárias e dados de aplicativos, como arquivos de dados de bancos de dados, podem ser excluídos do backup, se desejado. Ative os Atributos Estendidos (suporte xattr) nas opções FileSet, se usados pelo cliente de backup do Linux.

Plugin Recuperação Bare Metal Plugin Linux Bacula Enterprise - Guia Rápido 1

Figura 1. Exemplo de FileSet da BMR do Linux

Também é possível criar um FileSet com um Include que contenha todo o backup automático dos sistemas de arquivos ext* e xfs. Como mostrado na Figura 2.

Plugin Recuperação Bare Metal Plugin Linux Bacula Enterprise - Guia Rápido 2

Figura 2. Backup de Todas as Partições Geradas Dinamicamente no Linux

A expressão usada no bweb:

|sh -c "mount | awk '/ext[234]|xfs/ { print $3 }'"

É automaticamente adaptado para a sintaxe Bacula / shell se estiver usando texto (File = …), como no exemplo a seguir.

FileSet {
  Name = LinuxBMR
  Include {
    Options {
      signature=MD5
      xattrsupport = yes
    }
    File = "\|sh -c "mount | awk '/ext[234]|xfs/ { print $3 }'""
  }
  Exclude {
    File = /tmp/
    File = /var/tmp/
    File = /opt/bacula/working/
    File = /var/lib/postgres/data/ # ensure that your databases are saved by an other way.
  }
}

Job de Backup

Crie uma nova tarefa de backup, como em bweb, usando o FileSet criado. Conforme exibido na Figura 3, este Job deve chamar o script de resgate Bacula, para salvar detalhes do Linux, como o particionamento (ClientRunBeforeJob = /opt/bacula/bin/Bacula-rescue.sh).

Plugin Recuperação Bare Metal Plugin Linux Bacula Enterprise - Guia Rápido 3

Figura 3. Um Script de Comando do BMR do Linux Antes da Job de Backup

Execute um trabalho de backup de teste.

Configuração do Restore

Os sistemas inicializáveis Bacula Live BMR requerem configurações especiais de recursos do Cliente e do Console, para estabelecer uma conexão com o Diretor durante a restauração.

Crie uma nova configuração de cliente com um endereço nulo, também usando bweb. O nome rescue-fd é o default, portanto interessante manter. Por exemplo:

Client {
  Name = rescue-fd
  Address = 0.0.0.0
  Password = x
  Catalog = MyCatalog
}

Crie uma nova configuração de console, com a mesma senha usada para o cliente. Por exemplo:

Console {
  Name = rescue-fd
  Password = x
  CommandACL = *all*
  ClientACL = *all*
  CatalogACL = *all*
  JobACL = *all*
  StorageACL = *all*
  ScheduleACL = *all*
  PoolACL = *all*
  FileSetACL = *all*
  WhereACL = *all*
  UserIdACL = *all*
  DirectoryACL = *all*
}

Aplique as alterações de configuração.

Grave o LinuxBMR-rescue-amd64-2.0.0.iso, se necessário. Você pode usar qualquer programa de gravação de CD / DVD.

No shell do Linux, é possível apenas compilar o conteúdo iso em um pen drive. Por exemplo. (substitua / dev / sdc pelo caminho do seu dispositivo de disco USB):

root# cp LinuxBMR-rescue-amd64-2.0.0.iso /dev/sdc
root# sync

Restauração

Como visto na Figura 4, inicialize a partir do sistema Bacula BMR Live, escolha o idioma, o layout do teclado e selecione a opção “Iniciar Bacula LinuxBMR”.

Plugin Recuperação Bare Metal Plugin Linux Bacula Enterprise - Guia Rápido 4

Figura 4. Tela Iniciar a opção Bacula Linux BMR, após as definições de idioma e layout

Conforme exibido na Figura 5, ajuste a conexão de rede do Linux, se necessário, e clique duas vezes no ícone “Bacula Rescue” para iniciar o assistente de restauração.

Plugin Recuperação Bare Metal Plugin Linux Bacula Enterprise - Guia Rápido 5

Figura 5. Configuração da Rede Linux BMR e ícone “Bacula Rescue”, no canto superior esquerdo

Conforme exibido na Figura 6, use seu nome, endereço e a senha do Client/Console “rescue-fd” criados anteriormente neste guia rápido para verificar as opções de restauração.

Plugin Recuperação Bare Metal Plugin Linux Bacula Enterprise - Guia Rápido 6

Figura 6. Configuração de Conexão de Restauração do Linux BMR

Quando a conexão estiver OK, você poderá selecionar o Cliente e o Trabalho de backup para iniciar uma restauração. E acabou!

Para obter mais informações sobre como alterar o particionamento de disco original durante o processo de restauração, leia o whitepaper de referência.

Referência

Linux Bare Metal Recovery – Bacula Enterprise Edition. http://baculasystems.com

 

Disponível em: pt-brPortuguês enEnglish (Inglês) esEspañol (Espanhol)

Deixe uma resposta

Fechar Menu