Objetos de Monitoração do Bacula
<![CDATA[]]>

Esses são os aspectos sugeridos para monitoração através de ferramentas específicas, a exemplo do Zabbix e Nagios[1]:

  1. Existência dos processos / tarefas: o director está executando e quais são os PID? Ex.: /etc/init.d/bacula-dir status
  2. Estado do Processo: é possível conectar o director e conseguir seu status? Ex.: echo “status director” |bconsole
  3. Estado dos recursos: o drive de fitas está acessível? Existem fitas / espaço disponível? Ex.: echo “list media pool=xx” |bconsole
  4. Estado do Job: os últimos jobs de backup terminaram com sucesso? Ex.: script depois do job = “/etc/bacula/scripts/check_nagios ‘%c’ ‘%j’ %l %e”
  5. Informação estatística: quantos bytes foram backupeados? Quantos jobs correram recentemente?
  6. Estado do banco de dados: tamanho, performance (ex.: transações por segundo), está em execução?

Considerações gerais:

Para alguns dos objetos muito pravalemente será necessário executar um script ao final de cada job de backup do Bacula. Para executar o script para todos os jobs executados, por exemplo, tendo como variáveis o nome do cliente, nome do job, nível do backup e código de terminação, por exemplo:

JobDefs {
...
ClientRunAfterJob = "/etc/bacula/scripts/check_nagios '%c' '%j' %l %e"
}

[1] Bacula Systems Administration Course II Slides.

Script e Template Zabbix:

Acesse: https://github.com/germanodlf/bacula-zabbix

Disponível em: pt-brPortuguês

Deixe uma resposta

Fechar Menu