Instalando o Bacula no FreeBSD [Installing Bacula on FreeBSD]

Inicialmente iremos precisar do FreeBSD 7.2 instalado e com a rede configurada corretamente e com acesso internet para instalar-mos os pacotes.
Ps.: Estarei documentando a instalação dos pacotes de 2 formas: via ports e via pkg_add. Procure informações no Handbook(pt-BR) para mais informações.

Via “Ports”:

entre no diretorio

cd /usr/ports/sysutils/bacula2-server

Configure as opções de compilação do bacula-server com o comando:

make config

…marque as opções conforme descrito abaixo:

[X] SQLITE3 Use SqLite-3 database instead of SqLite-2
[ ] MYSQL Use MySQL database instead of SqLite
[ ] POSTGRESQL Use PostgreSQL database instead of SqLite
[X] MTX Install mtx for control of autochanger devices
[X] OPENSSL Enable OpenSSL for encrypted communication

…execute o comando de compilação e instalação

make install all

Agora faça a instalação do bacula-client

cd ../bacula2-client
make config

Marque as opções apropriadas para sua necessidade:

[X] WXCONSOLE Build with wxGTK based GUI console
[ ] GNOMECONSOLE Build with GNOME based GUI console
[ ] DOCS Install documention
[X] OPENSSL Enable OpenSSL for encrypted communication

Execute a compilação e instalação:

make install all

Via “pkg_add”:

Para instalar o bacula-server através do pkg_add, basta executar o comando abaixo:

pkg_add -vr bacula2-server
pkg_add -vr bacula2-client

Configurando o “Bacula”:

Vá para o diretorio

cd /usr/local/share/bacula/

e execute os seguintes comandos para criar a estrutura de banco de dados

./create_sqlite_database
make_sqlite_tables

Agora vamos para o diretorio de configuração userland

cd /usr/local/etc

e vamos configurar inicialmente o Director daemon.

Faça uma cópia do arquivo sample para a produção e abra o arquivo:

cp bacula-dir.conf.sample bacula-dir.conf
vi bacula-dir.conf

Altere as opções conforme suas necessidades.

Aconselho à você dar uma lida na documentação do Bacula, ela esta bem completa e explicativa, estarei aqui somente exemplificando o uso do Bacula, mas isso depende de cada um em criar uma politica de backup viavél, por isso, volto a insistir em consultar a documentação do Bacula para você mesmo criar a politica de backup que seja viavél para sua rede.

Copie agora o arquivo sample de configuração do Storage Daemon:

cp /usr/local/etc/bacula-sd.conf.sample /usr/local/etc/bacula-sd.conf
vi /usr/local/etc/bacula-sd.conf

Configure o arquivo de acordo com a configuração do Director daemon e de acordo com o tipo de midia que você vai usar para guardar seus backups.

O arquivo contém vários exemplos de utilização de midias.

Configure agora o arquivo de configuração do Console Manager

cp /usr/local/etc/bconsole.conf.sample /usr/local/etc/bconsole.conf
vi /usr/local/etc/bconsole.conf

Configure o arquivo para conectar o console ao seu Director Daemon.

Configure a inicialização do daemons no seu freebsd

echo ‘bacula_dir_enable=”YES”‘ >> /etc/rc.conf
echo ‘bacula_sd_enable=”YES”‘ >> /etc/rc.conf

Vamos agora configurar a parte cliente (File Daemon) de onde serão obtidos os arquivos a serem guardados no backup.

Configure o arquivo de configuração de acordo com seu Director Daemon, lembrando de manter a senha a mesma entre os arquivos.

cp /usr/local/etc/bacula-fd.conf.sample /usr/local/etc/bacula-fd.conf
vi /usr/local/etc/bacula-fd.conf

Configure a inicialização do client

echo ‘bacula_fd_enable=”YES”‘ >> /etc/rc.conf

Agora faça este mesmo procedimento em todas as máquinas que você quer proteger no seu backup, baixe do site do bacula (http://sourceforge.net/project/showfiles.php?group_id=50727) de acordo com o sistema operacional da máquina.

Vamos iniciar os daemons !

/usr/local/etc/rc.d/bacula-dir start
/usr/local/etc/rc.d/bacula-sd start
/usr/local/etc/rc.d/bacula-fd start

Para gerenciar o Bacula você podera executar o Console Manager de qualquer máquina.

Extraído de : http://www.luizgustavo.pro.br/blog/2009/09/30/bacula-breve-introducao/

Disponível em: pt-brPortuguês

Deixe uma resposta

Fechar Menu