Bacula 9.0 Lançado!

A Bacula do Brasil fornece implantação, treinamento e suporte do Bacula Community em todo o Brasil. Contacte-nos hoje.


De acordo com Kern Sibbald, principal desenvolvedor da comunidade Bacula, este é o maior lançamento de Bacula já feito ou um dos maiores. Mesmo sem o novo código-fonte de Volumes Alinhados, que é substancial, existem sobre 400,000 linhas de saída de diferença entre a Release 7.4.7 e a versão 9.0.0

Esta versão foi profundamente testada. Mas como sempre, faça backup de qualquer versão anterior e teste esta versão antes de colocá-la em produção.

A maior parte das mudanças foram contribuídas para o projeto Bacula por Bacula Systems SA e Kern Sibbald, mas também houveram contribuições de outros desenvolvedores que são saudados pela comunidade.

Atualização de banco de dados

Esta versão do Bacula requer uma atualização de banco de dados. O processo de instalação deve envolver a execução do script update_bacula_tables, localizado no diretório do script Bacula. É aconselhável realizar o backup do banco de dados do Bacula antes de atualizá-lo.

Compatibilidade

Como sempre, tanto o Diretor quanto o armazenamento devem ser atualizados ao mesmo tempo e para a mesma versão, idem para o File Daemon na mesma máquina. As máquinas de clientes de backup podem ficar com File Daemons mais antigos por um tempo, mas devem ser atualizadas sempre que possível para serem compatíveis com alguns novos recursos.

Novos recursos (resumo)

  • Reescrita do Storage Daemon para: criar nova estutura de “drivers”, a exemplo de volumes alinhados, nu para desduplicação em storage, nuvem etc., e simplificação do código principal.
  • Há uma série de novos Whitepapers do Bacula Systems disponíveis em www.bacula.org, e alguns mais virão nos próximos meses.
  • Novo Identificador Único (ID) de mensagem será adicionado a cada mensagem de log do Bacula (funcionalidade projetada, ainda não implementada).

Recursos principais

  • Implementar contagem de drives de escrita, exemplo, para fazer alternância na gravação dos backups do tipo round robin.
  • Melhoria na funcionalidade de TapeAlert.
  • Implementar um recurso “Perpetual Virtual Full” que cria um backup completo virtual atualizado todos os dias.
  • Aumentada a configuração inicial de “Maximum Concurrent Jobs” do Director de 1 para 20.
  • “PluginDirectory” habilitado por padrão em bacula-sd.conf e bacula-fd.conf.
  • Adicionado suporte para tamanhos em terabytes. Enviado por Wanderlei Huttel.
  • Restauração de mtime e atime para links simbólicos.
  • Novo comando “status network” para testar a conexão e a largura de banda entre um Cliente e um Storage Daemon.
  • Novo rastreamento do Tape Alert.
  • Drivers de SD carregáveis.
  • Conexões SSL do PostgedSQL permitidas.
  • As JobStatistics (estatísticas de jobs) foram melhoradas.
  • Requer necessária uma atualização de banco de dados.
  • Melhorias do Autochanger para agrupar Dispositivos.
  • Melhoria do comando .estimate.
  • Compressão da linha de comunicação.
  • Separação de programas bxxjson para Console, Dir, FD, SD, utilizado para produzir conteúdo .conf pelo Json para facilitar a leitura com outros programas.
  • Dispositivos de armazenamento somente leitura

Características do Bconsole:

  • Adicionado o campo “ExpiresIn” na lista e na saída de mídia de listagem.
  • Adicionado comando para alterar a prioridade de uma tarefa em execução (update jobid = xxx priority = xx).
  • Adicionado level= e jobtype= como parâmetros do comando “list jobs”.
  • Adicionada opção ao bconsole para listar e selecionar um console específico.
  • Adicionar atalho aos comandos do console do RunScript. Enviado por Wanderlei Huttel.
  • Exibição “IgnoreFileSetChanges” no comando show fileset (# 2107).
  • Exibição PrefixLinks na saída “show job”.
  • Exibição de bits de permissão dno .bvfs_decode.
  • Exibição do campo Comentário no comando “llist job”.
  • Adicionado o campo “ActionOnPurge” ao comando “llist pool”. Fix # 2487
  • Adicionandas palavras-chave “longas” para listar, ou seja, “list job long”. Este é essencialmente um alias para o comando “llist”.
  • Modificado o parâmetro de limite “setbandwidth” para aceitar a entrada de velocidade limite – palavra chave “limit”.
  • Modificado o parâmetro de limite “setbandwidth” para que o padrão não seja mais kb/s, mas b/s.
  • Inibida a exibição de recursos desativados na lista de seleção.
  • Corrigido comportamento anormal (travamento) do bconsole quando usado CTRL-C.
  • Adicionado o campo de prioridade à saída de list jobs por API.
  • Melhorias no acesso restrito de consoles ao acessar catálogo.

Recursos variados:

  • Novo programa Tray Monitor.
  • Funcionalidade de Backups Iniciados pelo Cliente (ex.: atrás de Firewall, NAT).
  • Muitos aprimoramentos de desempenho.
  • Tempo de limitação de largura de banda melhorado.
  • As variáveis ​​de recursos globais não são perdidas durante um comando de recarregamento.
  • Adicione a opção -w a btape para especificar um diretório de trabalho.
  • Melhore bls -D / -F mensagem de ajuda.
  • O comando “list” agora filtra os resultados por conta de ACL (permissões) de usuários definidas.
  • A permissão – WhereACL é verificada e limita os possíveis diretórios de restauração para determinado usuário.

Disponível em: pt-brPortuguês enEnglish (Inglês)

Deixe uma resposta

Fechar Menu