“Bacula” 5.0 Lançado

"Bacula" 5.0 Lançado 1

O que há de novo na versão 5.0?

Recentemente foi lançada a versão 5.0 do “Bacula”, que acrescentará novas funcionalidades de estabilidade aprimorada.
Muitos projetos foram completados e mais de 21 pessoas contribuíram com “patches”, além de muitas outras com o relato de “bugs”. Obrigado a todos.

657 arquivos foram modificados, 104036 inserções(+), 78504 deleções(-)

As mais importantes novas funcionalidades são:


* Projeto 5:  Opção de truncar o volume após o “purge” (para diminuir o uso de disco de volumes em HD).
* Projeto 6:  Controle de arquivos duplicados – economizando espaço no armazenamento (File Deduplication using Base Jobs)
* Projeto 10: Restaurar de Múltiplos dispositivos de Storage (Restore from Multiple Storage Daemons)
* Projeto 11:  Permitir definção de compressão por dispositvo (AllowCompression per Device).
* Projeto 23:  Adicionar a opção “Maximum Concurent Jobs” para dispositivos, permitindo balanceamento de carga entre dispositivos (Add Maximum Concurent Jobs for Devices to balance load between drives)

* Nova opção “accurate” no “FileSet”, que pode ser utilizada para verificação de “checksum”, como exemplo (Add Accurate Fileset Options to configure accurate detection. Can use checksum verification for example.).
* Permite que o FD tenha permissão de leitura dos arquivos mas abandone a permissão de gravação (CAP).
* Adicionar “Tab-completion” para o “Baconsole”.
* Manipulação segura de senhas para o banco-de-dados.
* Adicionou a API Bvfs, para fazer consultas ao catálogo sem precisar construir uma árvore na memória (memory tree).
* Adicionado teste de velocidade ao programa “btape”
* Adicionadas novas telas para o “Bat”  (Autochanger content, Job view, Media view, …)
* Versão Windows do “Bat”
* Tradução Espanhola e Ucraniana do “Bacula”
* Permite que os “backups” Migrate, Copy, e Virtual Full leiam e escrevam na mesma pool.
* Novo comando: show disabled — mostra arquivos desabilitados.
* Melhorias na ACL
* Adicionado nível no status do FD
* Permite habilitar/desabilitar checagem de blocos de checksum por dispositivo.

Mais detalhes: http://www.bacula.org/5.0.x-manuals/en/main/main/New_Features_in_5_0_0.html

Por que mudar diretamente da versão 3.0 para a 5.0? (Cadê a 4.0?)

Você deve estar imaginando porque essa versão pula da 3.0.X para a 5.00, omitindo a versão 4.0.0. Nós fizemos isso por várias razões: primeiro, nós queríamos uma maneira de distinguir o sistema de numeração da versão Bacula System Enterprise da versão do projeto Bacula. Para isso, decidimos que o primeiro número da versão do projeto Bacula será sempre ímpar, e o da versão Enterprise será sempre par. Consequentemente, o projeto Bacula está indo da versão 3.0.X diretamente para a versão 5.0.X. Além disso, nós queremos manter a numeração da versão do projeto Bacula superior a versão da Enterprise para indicar que o projeto Bacula é mais avançado ou tem mais features que o Enterprise. Só para lembrar, a versão Enterprise corrente é a 2.6.1 e a próxima versão (a ser lançado em alguns meses, antes de junho de 2010) será a versão 4.0.0.” – Kern Sibad, um dos fundadores do projeto “Bacula”

Atualizando para a versão 5.0

Seguem algumas considerações:

  1. O “Director” e “Storage” devem ser atualizados ao mesmo tempo (os clientes podem ser atualizados mais tarde – mas não se deve demorar muito para evitar problemas).
  2. O banco-de-dados deve ser atualizado através de um script que acompanha a versão 5 (não esqueça de fazer um “dump” do seu catálogo velho antes de rodar o “script”)
  3. Não é possível migrar das versões 2.x diretamente para a 5. necessário atualizar o catálogo primeiro para a versão 3.

Abracetas,

Heitor Faria (www.bacula.com.br)

Disponível em: pt-brPortuguês

Deixe uma resposta

Fechar Menu